Em virtude de tornar mais simples o acesso ao Recenseamento Nacional dos Bombeiros Portugueses (RNBP) - plataforma criada pela ANPC, o portal bombeiros.pt disponibilizou hoje no fundo do seu sítio uma hiperligação directa, por sentir que existe dificuldade em decorar o extenso endereço de acesso e pela inexistência de uma ligação no sítio www.prociv.pt – ANPC entidade responsável pela sua manutenção.
Esta plataforma com o endereço https://rnbp.prociv.pt/rnbp/portal/, criada no inicio do ano permite aceder aos dados pessoais de cada bombeiro, solicitar correcções, pedidos de emissão de declarações e certificados previstos na lei e permite ainda controlar o cumprimento das 275 horas de serviço previstas na lei.
O portal bombeiros.pt constata que existe um grande desconhecimento desta plataforma no seio dos bombeiros, pelo que deixa o alerta para que todos peçam junto dos seus comandos o seu acesso (Login e password), para que possam não só verificar os seus dados pessoais, como confirmar a sua actividade dentro do corpo de bombeiros como disposto na lei.
O portal bombeiros.pt alerta ainda para que: quem não cumprir com as 275 horas previstas na demais legislação em vigor, a plataforma passará automaticamente o bombeiro ao quadro de reserva, o que pressupõem que só regressam ao quadro activo, os bombeiros que obtenham a autorização do comandante, dando assim poderes que no nosso entender levarão aos abusos de poder mais acentuados.
Por ultimo, alertamos ainda para a falta de um certificado de segurança do extenso endereço https://rnbp.prociv.pt/rnbp/portal/, o que leva a que todos os seus utilizadores tenham que carregar na seguinte hiperligação (Prosseguir para o Web site não recomendado).
Esta plataforma criada no XVII Governo Constitucional, no âmbito do Simplex, (que de Simplex não tem nada) foi financiada pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional, custando milhões de euros à união Europeia.
 
Top