Os GIPS da GNR já começaram a trabalhar arduamente, principalmente para a comunicação social, este fim-de-semana enquanto o país ardia, eram notícias em reportagens de conteúdo alargado em vários jornais e televisão. Uma operação de marketing com um objectivo muito bem definido, mostrando equipamento recentemente adquiridos e as suas actividades, gabam-se que no Algarve os GIPS da GNR tem o maior número de saídas a nível nacional, mas esqueceram-se dizer que a ANPC este ano cortou consideravelmente os ECIN nos bombeiros no Algarve, substituindo essas equipas pelos GIPS da GNR. Somente com políticas de bastidores é que conseguem ter alguma operacionalidade, mesmo assim os bombeiros conseguem ter uma eficácia muito superior no terreno independentemente da politicas existentes. A eficácia dos GIPS da GNR somente existe com a colaboração directa dos bombeiros Portugueses, porque sem os bombeiros poucos fogos os GIPS consegue extinguir, e seria de louvar que a GNR nas suas operações de marketing que já nos habituou, não esquecesse dos seus parceiros directos, seria benéfico para melhorar a relação entre as duas entidades, relação que tem piorado consideravelmente motivado por atitudes de prepotência praticados por alguns elementos dos GIPS da GNR que nem sabem ser nem estar. Autor: Fénix
 
Top